O primeiro ano de muitos, amém.

12:24

1 ano. Como passa rápido! Parece que foi ontem que decidimos, quase que do nada, descer da moto e ir ali no cartório, assim, rapidinho, como quem não quer nada, mas quer tudo ao mesmo tempo... A gente é meio assim, às vezes programa demais, mas na maioria das vezes não programa nada... E olha, te digo que o melhor da vida tem sido isso: aproveitar o dia a dia, o que o dia te trás, o que o universo te presenteia.
Fizemos 1 ano. 1 ano de união debaixo do mesmo teto. Mais 1 ano namorando. Mais 1 ano como amigos. E 1 ano de casados. Parece que foi ontem que eu entrei naquela loja para trabalhar e mal esperava que iria conhecer a pessoa mais incrível da minha vida... Parece que foi ontem que ele me beijou e me deu um abraço tão forte acompanhado das seguintes palavras: "eu sei que não será só isso aqui. Tenho certeza que vamos viver muita coisa juntos ainda" - que vidente!... Parece que foi ontem que ele me levava na rodoviária todos os dias depois do trabalho e esperava eu pegar o meu ônibus pra só então depois ir lá pro outro lado pegar o dele e chegar bem mais tarde em casa todos os dias - naquela época a gente não tinha "um passarinho pra dar água", não existia moto, nem carro... só a vontade imensa de ficar junto mais uns minutinhos depois do trabalho... Parece que foi ontem que ele me pediu em namoro bem no dia do meu aniversário... Parece que foi ontem que eu fui buscá-lo no Colorado pra ele conhecer os meus pais, dirigindo uma camionte enorme, e eu não esqueço a cara dele de "meu Deeeos, você está mesmo dirigindo uma camionete?! Não vou entrar aí não!" hahah... Parece que foi ontem que eu fui morar em Minas e mesmo assim resolvemos encarar um namoro à distância de quase 4 anos e com isso descobrir o real significado da saudade, e também descobrir que a base de um relacionamento forte é ter confiança um no outro e amadurecer juntos... Parece que foi ontem que eu voltei de Minas e nos vimos pela primeira vez juntos de verdade com uma imensa felicidade estampada na cara, uma felicidade que não cabia no peito... Parece que foi ontem quem eu decidi sair da casa dos meus pais, morar sozinha em uma kit e por fim acabar achando uma casa bem maneira convidando nós dois para decidirmos mais um passo importante na nossa vida: a de morar debaixo do mesmo teto e iniciar nossa vida juntos, de verdade verdadeira... E parece que foi ontem que eu encontrei o amor da minha vida! Pois é... nisso tudo, dentre tantas outras coisas já se passaram 8 anos. E esse mês foi comemorado o nosso primeiro ano da decisão mais rápida e louca da nossa vida! Uma mistura de sentimentos envolvem a gente nessas horas que fica até difícil definir o que é o que. Mas de uma coisa eu tenho certeza: é amor!


Você também pode gostar:

0 Comente aqui :)

@iingridnunes

@wellingtonallmeida