Mudança de planos!

09:17


Nem só de viagens vive esse blog, e hoje eu resolvi contar um pouquinho da nossa história. Eu só não vou contar desde o início da nossa longa história, pois até chegarmos ao título do post de hoje iria demorar muito. hahah. Portanto vou deixar essa longa história para um próximo post. :)

Hoje vou falar um pouquinho sobre a nossa obra e uma oportunidade que surgiu.
Desde um pouco antes do post do projeto da nossa casa, nós já havíamos iniciado a obra da base. A ideia inicial era essa mesma, de apostar todas as nossas fichas, vulgo money, na base e depois respiraríamos dando um tempo para quitar todas as contas e assim apostar tudo de novo até vermos ela de pé. Estamos nessa fase do respiro.
Nesse meio tempo, coloquei na cabeça que eu queria e precisava sair da casa dos meus pais. Sabe quando você não se vê mais ali, e precisa de asas? Assim eu me sentia. Precisava cuidar da minha própria vida e ter um lugar mais próximo do trabalho.
Saí procurando umas kits para alugar e em menos de duas semanas eu já havia visitado umas 20. Até que exatamente na última que visitei, eu gostei muito e já estava ajeitando tudo para então poder ter o meu cantinho.

Eu já me via naquela kit, imaginando a decoração e tudo mais, quando o meu telefone tocou. Era o Well, dizendo que um amigo dele tinha uma casa para alugar. Fui até um pouco resistente e a princípio eu nem queria ir lá ver a casa. Eu sabia que uma kit era suficiente pra mim e não precisava mais que isso. Well insistiu, eu fui.
Quando eu cheguei na casa, não deu outra. ME APAIXONEI. A casa era novinha, recém reformada e eu seria a primeira moradora! A kit havia ficado tão pequena, mas tão pequena nos meus pensamentos, que quase eu não conseguia me imaginar lá dentro mais. Engraçado essas coisas. A gente sempre tem mania de achar que sabemos o melhor pra gente em tudo né? Mas aí vem Deus, te mostra algo melhor e você, mesmo sem nem saber o que é direito, resiste. Aí quando você cede, quebra a cara e vê o quanto você estava errada.
Enfim, a casa era ótima, mas lá vinha o que eu temia: o preço. É claro que uma casa beeem maior que uma kit custaria beeem mais caro, não é mesmo? Daí vem Deus de novo e fala: "Não!" hahah. A casa ficou pouca coisa mais barata que a kit para a minha surpresa. E é lógico: EU AMEI!
Tá ok Ingrid, o que você vai fazer  morando sozinha em uma casa de 3 quartos, 3 banheiros, só pra você? Me diz? hahah. Então lá vem Well, para completar a minha felicidade e fala: "E se a gente der um jeito de verdade na nossa vida?". Não preciso nem descrever o quanto meus olhos encheram d'água, né?! Afinal, 7 anos de namoro, início de uma construção de uma casa juntos, não poderia dar em outra a não ser ficar junto de verdade, não é mesmo? ^-^

Então ajeitamos tudo direitinho e como tudo aconteceu muito rápido com o aluguel da casa, a alternativa menos demorada para ajeitarmos os papéis seria a união estável. Se fosse pela gente mesmo, apenas pegaríamos as nossas coisas e iríamos pra debaixo do mesmo teto. Afinal, não acredito que um papel faça a diferença no amor entre duas pessoas. Mas pra não ficar feio pra família, nos casamos.
Comecei a imaginar tudo novamente... meu próprio cantinho, a decoração e tudo mais... só que dessa vez veio com um presente melhor: o meu amorzinho! :)
Esse mês fizemos exatamente 7 meses que estamos morando aqui. Tem sido uma das experiências mais maravilhosas que vivi até hoje. É engraçado como do nada a sua vida pode mudar assim, e quando muda pra melhor você só consegue pensar em agradecer!

Bem, após essa pequena história, eis que vem a mudança de planos!
Estamos construindo e tudo mais, mas como essa obra ainda vai demorar devido alguns imprevistos, conversamos com os meus pais, e o meu pai cedeu uma casa que ele tem que ainda está em fase de acabamento, para ajeitarmos do nosso jeito e morar durante o tempo que quisermos até resolvermos os imprevistos da nossa.
Aí você me pergunta: E por quê já não fizeram isso antes, visto que seu pai já tinha uma casa a disposição? Pois é. A minha intenção naquele momento não era morar exatamente perto de onde eu já morava. Eu apenas queria me virar sozinha e ter um espaço só meu. Desprender. A oportunidade de morar em um casa longe de onde eu praticamente cresci, e ainda vir acompanhada de um casamento com a pessoa que tenho amado há 7 anos, me fez ter experiências maravilhosas! Poder morar longe me fez sentir saudade de casa sim, só que uma saudade que acaba no momento em que eu visito os meus pais e vou embora novamente para o meu cantinho. É uma saudade gostosa até, não aquela de voltar de verdade para a casa dos pais. Mas sim de poder ter o prazer de combinar um almoço de domingo e ver toda a sua família reunida em volta da mesa inteiramente feliz por estar visitando a sua primeira filha casada do outro lado da cidade. Me diz se isso seria a mesma coisa se eu morasse lá por perto?

Estamos adorando cada momento vivido aqui na casa nova! Mas infelizmente é um aluguel. Então como surgiu essa oportunidade, decidimos encarar obras de acabamento dessa vez!
Acredito que será uma experiência bem legal, e vamos fazer ao máximo para registrar tudo isso e ir contando por aqui.

Fotinha de quando começamos nossas vidas juntos! Outubro de 2015 ♥

Você também pode gostar:

0 Comente aqui :)

@iingridnunes

@wellingtonallmeida